Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Dirty, de Christina Aguilera, é o vídeo mais quente da história do pop

Sábado, 20.10.12

Segundo jornal, o clipe da cantora foi escolhido como o mais 'ardente'

 

Dirty, de Christina Aguilera, é o número um dos vídeoclipes mais ardentes da história do pop, segundo contagem realizada pelo jornal britânico The Sun.

Após a estreia do vídeo de Pink, Try, onde a artista realiza uma erótica coreografia junto ao modelo Colt Prattes, a publicação colocou o vídeo da loira, que agora é criticada por ter engordado.
 
Na lista completa dos clipes selecionados estão cenas como semi-nudez, sexo e até violência. Dentre os primeiros lugares estão Call On Me, de Eric Prydz, Justify My Love, de Madonna, e Sweet Harmony, do The Beloved.
 
Aguilera também disse recentemente que o clipe de seu tema Dirty é um de seus favoritos, de toda a sua carreira.
 
Fonte: O Fúxico

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por *Patricia* às 19:13

Christina Aguilera é devoradora de homens em novo vídeo

Quarta-feira, 03.10.12

«Your Body» é o novo single da cantora que prepara o lançamento do sétimo disco de estúdio

 

O regresso de Christina Aguilera aos discos conta desde os últimos dias com um novo episódio. Na semana passada, a cantora norte-americana estreou o vídeo para o novo single.

Em «Your Body», Aguilera surge como uma dona de casa devoradora de homens num videoclip assinado por Melina Matsoukas, realizador de telediscos de Rihanna, Beyoncé e Whitney Houston.

Em menos de três dias, o vídeo do novo single já foi visto mais de 4,4 milhões de vezes no YouTube. Este é o tema de apresentação do sétimo disco de estúdio de Christina Aguilera, intitulado «Lotus», que chega às lojas a 12 de novembro.

 

Fonte: Iol

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por *Patricia* às 13:55

Videoclip: Christina Aguilera - Your Body

Quarta-feira, 03.10.12

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por *Patricia* às 13:44

Novo clipe de Christina Aguilera

Segunda-feira, 20.12.10

“Bound To You” faz parte da trilha do filme Burlesque

Christina Aguilera acaba de lançar o clipe da música Bound To You. A música integra a trilha sonora do filme Burlesque, estreia da cantora no cinema, no qual ela contracena com a Cher.

Bound To You foi indicada ao Globo de Ouro, Burlesque recebeu indicação como melhor comédia ou musical, além de também disputar o troféu de melhor canção com You Haven't Seen the Best of Me.

 

 

Fonte: Clic

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por *Patricia* às 23:47

VIDEOCLIP: "Keeps gettin' better"

Terça-feira, 28.10.08

O tão esperado e anunciado novo videoclip da Christina. Podes ve-lo aqui:

E então o que acharam do novo videoclip da nossa diva?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por *Patricia* às 18:13

Biografia de Christina Aguilera

Sábado, 24.05.08

 

Christina Aguilera (Staten Island, 18 de Dezembro de 1980) é uma famosa cantora, compositora, produtora discográfica dos Estados Unidos da América que ganhou de 5 prémios Grammy.Já vendeu mais de 37 milhões de álbuns segundo a RCA Records. Aguilera fez sua estreia no mundo da música em1999, com o álbum "Christina Aguilera", pela RCA, que obteve uma alta receptividade e se tornou um sucesso imediato, ganhando alguns prémios, incluindo o Grammy de Artista Revelação. Em 2000, lançou um álbum voltado para o mercado latino, intitulado "Mi Reflejo", contendo versões em espanhol do primeiro álbum e outras canções inéditas.
Em 2001 e gravou o mega hit Lady Marmalade, para trilha sonora do aclamado filme "Moulin Rouge". Seu segundo álbum de estúdio, "Stripped", foi lançado em 2002 e causou impacto pela postura sexy e provocativa assumida por Christina no primeiro single do álbum, Dirrty, Beautiful, segundo single do álbum, foi um grande sucesso e, em 2004, ganhou o Grammy de melhor perfomance pop feminina. Christina casou-se em 2005 com o executivo da indústria fonográfica, Jordan Bratman.
Ain't no other man, o primeiro single do seu terceiro álbum de estúdio, "Back to Basics", mostrou que Christina estava fortemente influenciada pelo blues e pelo jazz.. "Back to Basics", estreou em #1 em mais de 13 países, em meio a aclamação da crítica e, no Brasil, foi eleito o melhor álbum de 2006.
 
Biografia
Christina Maria Aguilera Bratman nasceu em Staten Island, Nova York, em 18 de dezembro de 1980, e cresceu em Pittsburgh, nos subúrbios de Wexford, Pensilvânia. Filha de Fausto Wagner Xavier Aguilera, um militar equatoriano, e Shelly Loraine Fidler, uma tradutora de espanhol e violinista, de ascendência irlandesa. Como seu pai era militar, sua família sempre estava de mudança. Chegaram a morar no Texas, na Flórida, no Arizona e até mesmo no Japão. Tudo isso nos seus 6 primeiros anos de vida, portanto Christina sempre tinha problemas em se adaptar. Nesta mesma época, Christina ganhou uma irmã, Rachel.
Quando Christina completou 7 anos de idade, Shelly divorciou-se, pegou na suas filhas e foi morar em Pittsburgh, a fim de deixar os problemas conjugais para trás e reconstruir sua vida. Após alguns anos, Shelly se casou novamente, com o paramédico Jim Kearns e trocou seu nome de Shelly Aguilera para Shelly Kearns. O padrasto de Aguilera era viúvo e pai de dois filhos: Stephanie e Casey. Mais tarde, Shelly e Jim tiveram um filho, o quarto irmão de Christina, Robert Michael, apelidado de "Mikey".
A avó de Aguilera, Delcie Fidler, foi a primeira a reconhecer seus talentos vocais. Desde que aprendeu a falar, Christina dizia que queria ser cantora. Ela cresceu admirando artistas como Etta James, Billie Holiday, Ella Fitzgerald, Judy Garland, Lena Horne, Barbra Streisand, Otis Redding, Madonna, Marvin Gaye, Gladys Knight, Patti LaBelle, Donna Summer, Minnie Riperton, Nina Simone, Bessie Smith, Whitney Houston, Mariah Carey, Stevie Wonder e Aretha Franklin. Apresentou-se também em diversas festas e festivais de seu bairro, ganhando o apelido de "Menina do Vozeirão".
Este rótulo se tornou um problema na vida de Aguilera e, principalmente, nos demais concursos em que ela entraria. Quando os outros concorrentes sabiam que Christina iria participar simplesmente desistiam e os pais destas crianças não gostavam do que se passava. Aguilera passou a ser perseguida e menosprezada. E a proporção dos ataques à pequena notável foram aumentando, chegando a actos de vandalismo em sua casa, depredações e até mesmo atentados ao carro da família.
Com apenas nove anos, já era a cantora oficial do hino nacional dos Estados Unidos, "The Star-Spangled Banner". Era a cantora oficial da equipe de futebol americano dos Pittsburgh Steelers e da equipe de hóquei Pittsburgh Penguins.
 
 
 
 
 
1990-1998: Rumo ao estrelato
Em 15 de Março de 1990, Aguilera se apresentou no famoso programa americano "Star Search", cantando "A Sunday Kind of Love" de Ella Fitzgerald. Apesar de não ter ganhado o programa, Christina adquiriu confiança e sentiu pela primeira vez o gosto da fama. Ao retornar para casa, Aguilera foi convidada para o "TV's Wake Up", programa de Larry Richert, para apresentar a mesma canção. Com o sucesso de sua apresentação, foi convidada novamente. Desta vez, cantou "Vision of Love", o primeiro single de Mariah Carey, causando espanto por alcançar todas as notas, incluindo o famoso agudo, marca registrada de Carey.
Com 11 anos, Christina fez um teste para o elenco infantil da Disney e passou, porém não entrou no programa desejado devido a sua idade. Um ano depois Christina conseguiu o que queria. Em 1993, entrou no famoso programa "The Mickey Mouse Club". O elenco era composto por Britney Spears, Justin Timberlake, JC Chasez (ambos futuros integrantes do *NSYNC), Rhona Bennet, Ryan Gosling e Keri Russell (futura protagonista do famoso seriado Felicity), além da própria Christina, que ganhou o posto de diva do programa depois de apresentar "I Have Nothing", clássico de Whitney Houston. Infelizmente, em 1994, o programa acabou. Christina passou a gravar fitas demo e enviar para gravadoras. Através de pequenos contratos, Christina Aguilera começou a viajar pelo mundo mostrando suas habilidades musicais e chegou a gravar um dueto com o  popstar japonês Keizo Nakanishi, chamado "All I Wanna Do". Participou do clipe e saiu em turneé pelo Japão acompanhada pelo cantor. No mesmo, quase causou um incidente durante o Golden Stag Festival, na Transilvânia, ao descer do palco e cantar duas músicas no meio da platéia de aproximadamente 10.000 pessoas.
Em 1998, os estúdios Walt Disney estavam a procura de uma nova voz feminina para a canção tema do filme "Mulan" e os produtores ouviram uma fita antiga que Christina lhes tinha enviado, onde ela cantava "Run To You", de Whitney Houston. Ela cantou a nota alta "E" em voz completa (E5). Aguilera foi contactada e em menos de 48 horas estava em estúdio, porém a música ainda tinha uma surpresa: Christina precisaria cantar 1 escala acima do seu tom natural para gravar "Reflection". Ao fazê-lo sem dificuldade, entrou para a trilha sonora do filme.
"Reflection" não fez tanto sucesso como esperado, mas entrou para o Top 20 Adulto da Billboard e ganhou o Globo de Ouro de 1998 na categoria "Melhor Canção Original".
 
 

1999-2001: Sucesso conquistado
Depois de grande notoriedade, Christina Aguilera assinou contrato com a "RCA/BMG Records", em Los Angeles. Imediatamente se pôs a gravar seu primeiro álbum, intitulado com o seu nome, que foi um enorme sucesso. "Christina Aguilera", lançado em 1999, foi muito bem recebido e alcançou o #1 da Billboard vendendo mais de 16 milhões de cópias em todo o mundo. Tendo lançado apenas "Gennie In a Bottle", seu segundo single, Aguilera ganhou seu primeiro Grammy, por "Artista Revelação", batendo nomes como Macy Gray e Britney Spars e foi nomeada por " Melhor Performance Vocal Pop". O álbum teve ainda mais 3 singles, "What a Girl Wants", "I Turn To You" e "Come on Over Baby". Com apenas 4 singles lançados, Christina obteve 3 #1's na mais importante parada musical americana, a BillBoard.
Em 2000, Christina mostrou suas raízes latinas. Ainda trabalhando na divulgação do último single de seu primeiro álbum, "Come On Over Baby", Aguilera lançou seu primeiro álbum totalmente em espanhol, voltado para o mercado latino. 'Mi Reflejo' contava com regravações de seus primeiros singles e também músicas inéditas. O álbum novamente alcançou o #1, desta vez no seu segmento, a BillBoard Latina e ainda conseguiu a façanha de entrar para o Top 30 da BillBoard oficial. Em 2001, "Mi Reflejo" rendeu -lhe o Grammy Latino, por "Melhor Álbum Pop" e o single 'Ven Conmigo' tornou-se febre no mundo latino.
Ainda em 2000, Christina Aguilera lançou outro trabalho especial: um álbum natalino. Intitulado de "My Kind Of Christmas", o álbum teve um único single promocional, "The Christmas Song". O CD fez um enorme sucesso e rendeu um especial de TV à cantora. Christina fez um show natalino para o canal ABC.
No início de 2001, Ricky Martin convidou-a para gravar 'Nobody Wants to be Lonely', para o seu álbum "Sound Loaded". Em Maio do mesmo ano, Christina Aguilera, juntamente com Pink, Mya, Lil' Kim e a colaboração de Missy Eliot, interpretou a canção mais famosa e bem-sucedida de 2001, conforme divulgou o especial retrospectivo do canal E! Enterneinement Television, sobre o ano de 2001. Para a trilha sonora do filme "Moulin Rouge" o quarteto regravou um clássico dos anos 70: "Lady Marmalade".
A canção ocupou o posto número 1 em mais de 50 países, incluindo 5 semanas na primeira posição na Billboard. Recebeu, também, certificação de disco de ouro, platina e platina duplo ao redor do mundo.
 "Lady Marmalade" rendeu a Aguilera seu segundo Grammy , desta vez por "Melhor Colaboração Pop com Vocais". O clipe também foi o vencedor da categoria "Vídeo do Ano", no MTV Video Music Awards de 2001.
 
 
2002-2003: Afirmação profissional e polêmicas
Em 2002, após 3 anos de trabalho, Aguilera lança o seu segundo álbum oficial, Stripped - completamente diferente de seu primeiro álbum. Menos Pop, e com influências variadas, que iam do jazz ao hip hop, passando pelo gospel, soul e R&B.
No início, entretanto, o álbum não foi tão bem recebido quanto o anterior pela crítica especializada. E, para muitos, a íncrivel habilidade vocal de Christina foi ofuscada pela imagem sexy e provocante que ela começou a cultivar com o single de estréia, "Dirrty".
Essa imagem mais "pervertida" rendeu reações das mais diversas. Mesmo assim, o video de 'Dirrty' tornou-se um dos sucessos do ano na MTV norte-americana e teve um resultado além do esperado na venda de singles.
Porém, com o segundo single, "Beautiful", a crítica se rendeu ao talento da cantora. O single  tornou-se um sucesso radiofônico monstruoso por todo o mundo. Alcançou o #2 na Billboard, #1 na Austrália, UK, Canadá entre outros países. "Beautiful"
'Stripped' ainda teve mais três singles lançados nos anos seguintes: "Fighter", "Can't hold Us Down" e "The Voice Within".O álbum vendeu mais de 10 milhões de cópias.
Foi nessa fase que ela se autodenominou Xtina, tanto que tatuou na nuca e colocou vários piercings pelo corpo.
Em 2003, Aguilera participou em uma das maiores polêmicas da história da MTV dos Estados Unidos . Durante a abertura do apresentação dos MTV Video Music Awards, Christina realizou um dueto com Britney Spears, cantando o clássico "Like a Virgin". No final da performance, Aguilera e Britney trocaram beijos com Madonna. Missy Elliot fez uma participação especial ao lado das três. Naquela mesma noite, Christina surpreendeu a todos apresentando-se novamente. Dessa vez, a cantora cantou suas próprias músicas: o mega hit "Dirrty", que lhe rendeu indicação ao Grammy, e "Fighter", acompanhada pelo famoso guitarrista Dave Navarro.
No meio de tanto sucesso, Christina foi convidada a apresentar o Europe Music Awards, a maior premiação da MTV européia, e se tornou a anfitriã do evento, onde também ganhou na categoria de "Melhor Cantora Feminina". Literalmente um sucesso. A edição apresentada pela cantora foi a mais lucrativa e com maiores registros de audiência até hoje na história do prêmio.
Com o mundo a seus pés, Christina Aguilera foi intitulada a "Melhor Artista Pop" de 2003, pela Billboard e "Artista do Ano", pela Rolling Stone. Além de sua turneé, "Stripped Tour", ter sido eleita a melhor do ano.
 
2004-2005: Amadurecimento pessoal e novos rumos na carreira
Em 2004, Christina assumiu uma postura mais madura, deixando a ousada imagem que construiu com "Dirrty" de lado e chegou a participar de importantes movimentos políticos e campanhas sociais. Com um visual cada vez mais glamouroso e sofisticado, esbanjando elegância por onde quer que fosse. Essa nova imagem lhe rendeu um contrato milionário com a Mercedes-Benz, tornando-se o novo rosto da empresa.
Um pouco antes das eleições americanas, Aguilera estrelou a campanha política 'Declaire Your Self'. Nesses anúncios, a cantora aparecia com a boca costurada, expressando as consequências de abrir mão de votar (lembrando que nos EUA o voto é facultativo). Christina participou de diversos debates e foi convidada ao "The Oprah Winfrey Show" para discutir a importância da voto e suas consequências.
No Verão de 2004, Aguilera estava em 2 singles. O primeiro: 'Car Wash', uma regravação de Rose Royce, para a trilha sonora da animação da Disney, 'O Gang dos Tubarões'. Missy Elliot também participou. O segundo single também foi uma participação. Desta vez com o rapper Nelly, para seu álbum 'Sweat', single intitulado "Tilt Ya Head Back'.
Em Novembro de 2004, Christina lançou seu primeiro DVD ao vivo. Apresentando o show de Stripped Tour. "Stripped Live In the U.K.", como foi intitulado o DVD, foi gravado na Wembley Arena, em Londres, Inglaterra.
Mesmo em 2004, Christina ainda colhia os frutos de 'Stripped', que ainda se encontrava no Top 100 Álbuns, da BillBoard. Aguilera recebeu 5 indicações ao Grammy Awards, incluindo 'Melhor Álbum Pop' e 'Canção do Ano', por 'Beautiful'. Christina venceu novamente, desta vez na categoria 'Melhor Performance Pop feminina', por 'Beautiful'.
Em Fevereiro de 2005, Christina anunciou seu noivado com o o executivo fonográfico, Jordan Bratman, com quem mantinha relacionamento desde 2002. Após 3 anos então, em Novembro, casou-se com Jordan.
Aguilera colaborou o pianista de jazz, Herbie Hancock, em seu álbum 'Possibilities'. A música 'A Song For You', uma regravação de um clássico de Leon Russel. Christina retomou o clima do "Mickey Mouse Club" ao ser convidada especial da comemoração do 50º aniversário da Disneylândia, interpretando a canção 'When You Wish Upon a Star'. Aguilera colaborou, também, com Andre Bocelli, na canção 'Somos Novios (It's Impossible), para o álbum 'Amore', do cantor italiano.
Em 2006, com sua versão de "A Song For You", juntamente com Hancock, Aguilera mais uma vez recebeu uma nomeação ao Grammy . A música fez tanto sucesso que rendeu uma apresentação na 48ª edição do  Grammy Awards. Por sua colaboração em "Somos Novios", Christina foi convidada de honra do renomado Festival de San Remo, apresentando-se ao lado de Bocelli.
 
2006–atualidade: De volta às origens
Fortemente infuenciada pelo jazz e o soul das décadas de 20, 30 e 40, Aguilera trabalhou no seu terceiro álbum, "Back To Basics", lançado em 15 de agosto, obtendo o #1 em mais de 15 países, incluindo EUA, Inglaterra e Austrália.O primeiro single, "Ain't no other man" teve um bom exito, alcançando #3 no Brasil e #2 no Reino Unido, além da #6 posição da Billboard e #1 em Portugal."Hurt", segundo single de "Back to Basics", alcançou Top 20 na Billboard, #1 na Suécia e #2 na Alemsnha.
Além da divulgação de seu próprio álbum, Aguilera colaborou com o rapper Diddy, em seu álbum "Press Play", na música "Tell Me" - que apesar de ser segundo single do álbum, não teve muita repercussão nos Charts mundiais. Christina anunciou sua nova turneé, intitulado "Back To Basics Tour", com 18 apresentações européias entre 17 de Novembro e 17 de Dezembro; e 41 apresentações na América do Norte entre 20 de Fevereiro e 5 de Maio. Christina também foi citada na lista das mulheres mais ricas do entretenimento da Forbes, com um património estipulado em 60 milhões de dólares.
"Candyman", música lançada como terceiro single de "Back to Basics" alcançou #2 na Australia, mostra uma forte influência do pop das décadas de 40 e 50, com sonoridade Big Band. Durante a cerimônia do 49ª Annual Grammy Awards, Aguilera ganhou o prêmio de Melhor Performance Pop Feminina, por "Ain't no other man". Christina fez uma aclamada apresentação durante a premiação: um tributo a James Brown, cantando "It's a Man's World".
"Slow down baby" foi o quarto single do album, divulgado somente na Ásia e Oceania, atingindo #21 na Austrália. No dia 8 de Novembro de 2007 foi lançado o clipe ao vivo oficial do single "Oh mother", quinto do album, para apenas alguns países da Europa. A apresentação do clipe foi retirada de cenas do DVD Back To Basics Live And Down Under que foi lançado em Dezembro de 2007. Até o momento, "Back to Basics" vendeu mais de 4,5 milhões de cópias.
 
 
 Futuro e Quarto álbum
Foi anunciado por Johnny Grant que em 2008, Christina ganhou uma estrela na calçada da fama de Hollywood ao lado de Ricky Martin, de Duran Duran, de Tim Robbins, de Cate Blanchett, Angela Bassett, Howie Mandele e George Harrison ou Britney Spears presente desde 2003.

Christina disse que já quer começar a gravar seu próximo álbum no estúdio de sua casa nova. Aguilera não deu nenhuma dica sobre o estilo e imagem para o novo álbum, mas disse que não será duplo. Em entrevista ao Ryan Seacrest, disse que quer um álbum divertido. Os produtores confirmador para esse quarto álbum de Christina Aguilera são Linda Perry, DJ Premier e Mark Ronson. Os três trabalharam com ela no seu último álbum, Back to Basics.
A cantora no último dia 12 de janeiro teve um filho do empresário da indústria da Música Jordan Bratman, chamado Max Liron Bratman.
 

 


Voz
Christina Aguilera, uma Spinto Soprano, é considerada uma das maiores vozes da geração actual. Com sua voz potente e poderosa, é capaz de emitir notas muito agudas usando o Whistle Register, isso é um dos motivos que a tornam tão excepcional. Aguilera é capaz de cobrir as extenções da contralto e inclusive a da Soprano Ultra Leggero. Nas suas gravações ela bate a sua nota mais grave, Eb3, em seu single "Walk Away" e em "At Last" ao vivo no Men Strike Back, e sua nota mais aguda, G#6, numa apresentação ao vivo de "What A Girl Wants", tendo assim 3,3 oitavas de extenção vocal. Sua tessitura alcança o G5, sendo que ocorre aí uma transição de voz de peito para voz de cabeça ao passo que ela passa a emitir um G#5 em seu single "This Christmas". Em 2003, foi votada pela MTV Americana juntamente a revista Blender como a 3ª melhor voz feminina do mundo. Ao fim do mesmo ano, ganhou o título de melhor vocalista Pop do mundo, concedido pela revista americana Cove.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por *Patricia* às 03:58